terça-feira, 25 de abril de 2017

domingo, 23 de abril de 2017

Dia Mundial do Livro

Para celebrar o dia mundial do livro partilhamos os Trailers do alunos do 11º ano do Ensino Profissional.


quarta-feira, 12 de abril de 2017

terça-feira, 11 de abril de 2017

Reconhecimento do trabalho - Jardins de Infância

No final deste 2º período o Clube Europeu atribuiu EMBLEMAS aos alunos dos jardins de Infância em reconhecimento do trabalho desenvolvido este ano letivo. São  os membros mais jovens  do nosso clube. Parabéns.






sexta-feira, 7 de abril de 2017

Livro "Dia dos amigos" JIs AECA

O Livro -As Mãos- foi elaborado. página a página. pelas crianças dos Jardins de Infância do AECA Este Livro repleto de significado. quando terminado. foi circulando por cada um dos Jardins de Infância no intuito de as crianças poderem observar e apreciar o trabalho realizado pelos seus colegas. 
Departamento Pré-Escolar do AECA 
Parabéns a todas as crianças dos nossos jardins de Infância pelos excelentes trabalhos.
São os mais jovens membros do Clube Europeu.



quarta-feira, 5 de abril de 2017

Os Farricocos - Braga

Trabalho desenvolvido pelos Jardins de Infância do nosso agrupamento, alusivo às tradições da Páscoa. Os Farricocos. 
Um pouco da história desta personagem tão conhecida na semana santa da nossa cidade.
O farricoco era, no passado, uma forma dos fiéis cristãos bracarenses se penitenciarem dos seus pecados, propondo-se caminhar descalços e incógnitos nas procissões que percorriam a cidade. O confessor dava a penitência durante a confissão e os fiéis cumpriam à risca tal preceito. Ajudavam a iluminar as ruas durante os préstitos e a chamar os fiéis às celebrações com o auxílio das matracas, dado que os tilintar dos sinos era proibido durante este tempo especial. O som estridente das matracas, com o seu ruge-ruge era também sinal de penitência...
Entretanto, os farricocos foram-se aproveitando do seu anonimato para denunciar publicamente os pecados daqueles que não faziam penitência. O ambiente era, por isso, temeroso, e algumas pessoas recusavam vir às janelas, não fosse cair-lhes em cima alguma acusação.
Hoje, as procissões já quase não servem para penitências, mas o farricoco mantém-se como figurante primordial.
Dada a sua originalidade, é um símbolo da cidade e o artesanato cada vez mais explora esta figura e ainda bem! E que tal criar um concurso de farricocos para dinamizar o artesanato e a criatividade? E que tal criar o doce do farricoco?
fonte

sexta-feira, 31 de março de 2017

Entrega das bandeiras eTwinning

Decorreu hoje no Instituto de Educação, na Universidade do Minho, a entrega das bandeiras eTwinning à escolas premiadas com o selo de qualidade nacional.


A nossa escola também recebeu uma bandeira, já é a terceira. Parabéns aos professores e alunos.